Composições:


Abandonado

 

Pobre coitado,
abandonado,
soluçando no peito...
Seu desencanto
vem do meu pranto,
do meu sonho desfeito.

Coração, imfeliz é você,
que causou de querer...
Eu odeio a ilusão de amar,
pois amar é sofrer!

Sorria agora,
tal como outrora,
nessa noite escura...
Quero lembrar-me
de alguém sorrindo
me levando à loucura... Amor!...
Coração, por que tão castigo?
Você foi amigo
e viveu de ilusão...
Hoje bate sozinho,
sem amor, sem carinho,

- - Por que assim, coração?


          Samba canção
          Música: Jairo Severiano
          Letra: Hélder Câmara
          Rio, 1960

Outras Composições:
          •A cor do desejo
          •A turma de cá
          •Comigo não!
          •Abandonado


HOME :: PERFIL :: ATUALIDADES :: COLUNAS :: TEORIA :: COMPUTAÇÃO :: ARQUIVO :: XADREZ FEMININO :: LINKS :: CONTATO